Queda de cabelo na gravidez: conheça as principais causas

mulher com queda de cabelo na gravidez

Durante a gravidez, o cabelo normalmente fica mais espesso, mais volumoso e mais lustroso, porém, para algumas mulheres, isso tem o efeito oposto, os fios ficam mais secos e mais finos. Independentemente da maneira como seu cabelo é afetado por uma gravidez, aqui está um post sobre o por que isso acontece e o que você pode fazer para controlar a queda de cabelo relacionada à gravidez. 

O que acontece com o cabelo durante a gravidez?

Primeiro, é necessário entender que existem 3 fases do cabelo: fase anágena (crescimento do cabelo); fase catágena (transição) e fase telógena (repouso / queda). Durante a gravidez, seu cabelo pode permanecer no ciclo de crescimento por mais tempo do que o habitual, devido a um aumento no hormônio estrogênio, fazendo com que ele pareça mais espesso.

Por isso, é comum muitas mulheres grávidas notarem que o cabelo ficou mais brilhante, cheio e saudável. 

Infelizmente, algumas mulheres experimentam o oposto durante a gravidez – os níveis aumentados de estrogênio fazem com que o cabelo se mova prematuramente do crescimento para a fase de repouso. Durante esse período, pode-se notar um crescimento reduzido e aumento da queda de cabelo.

É normal ter queda de cabelo na gravidez?

Sim, é normal. A gravidez pode colocar estresse no corpo, a mudança dramática nos níveis hormonais pode, para algumas mulheres, interromper o ciclo de crescimento do cabelo e fazer com que os fios se desprendam e caiam.  

Ou seja, o choque ou estresse associado à gravidez pode forçar o cabelo a entrar na fase telógena (fase de repouso) muito cedo, o que significa que o crescimento é reduzido e você pode perder até 400 fios de cabelos por dia, em vez dos 50 a 100 cabelos de queda considerada normal por dia.

A queda de cabelo causada por grande estresse no corpo é uma condição conhecida como eflúvio telógeno, que não é uma condição exclusiva da gestação, mas que também pode acontecer meses após o período pós parto.

O que pode causar queda de cabelo na gravidez?

1. Má nutrição

Seu corpo precisa de mais nutrição durante a gravidez. A necessidade de ferro é alta. A ingestão insuficiente pode levar à queda de cabelo na gravidez. Além disso, a falta de proteínas, vitaminas e minerais (como o zinco) no corpo também pode contribuir.

2. Doenças

Algumas doenças, como diabetes gestacional e micose (uma infecção por fungos), podem causar queda de cabelo na gravidez. Além disso, certos medicamentos, como os indicados para tratar pressão alta, depressão e ansiedade, podem aumentar o risco de queda capilar. Se você observar um aumento de queda dos fios enquanto estiver em uso de medicamentos, avise seu médico.

3. Alterações hormonais usuais

Alterações capilares durante a gravidez também podem resultar de alterações hormonais normais nesta fase. A flutuação dos hormônios interrompe o ciclo habitual de crescimento capilar, levando a queda excessiva de cabelos ou eflúvio telógeno.

4. Doenças de pele do couro cabeludo

As alergias e condições da pele que afetam o couro cabeludo também podem contribuir para o afinamento e queda de cabelo.

5. Deficiência em hormônio da tireóide

O hipotireoidismo é caracterizado por um declínio na produção do hormônio tireoidiano no corpo e é comum entre as mulheres atualmente. A deficiência desse hormônio pode causar perda de cabelo. 

6. Causas reprodutivas

A interrupção do uso de medicamentos anticoncepcionais ou qualquer outro método anticoncepcional pode causar queda de cabelo.

Como controlar a queda de cabelo durante a gravidez?

Faça uma dieta equilibrada 

Uma alimentação rica nutre todas as partes do corpo, incluindo os cabelos. Certifique-se de ter uma dieta rica em proteínas e ferro, isso inclui comer alimentos como peixe, carne vermelha, nozes, espinafre, etc. Pense nisso como combustível para o seu cabelo para ajudá-lo a crescer.  Leia o post sobre: melhores alimentos para queda de cabelo

Escolha bem o shampoo para queda de cabelo na gravidez

É comum o cabelo secar durante a gravidez. Para combater a secura, você pode mudar para um shampoo mais hidratante que o atual e específico para queda de cabelo. 

Prefira os que contêm em sua fórmula, os seguintes componentes:

  • Baicalina;
  • Germinados de soja e trigo;
  • Cafeína;
  • Arginina e Citrulina;
  • Taurina;
  • Jaborandi.

Leia o post sobre: como escolher produtos para queda de cabelo.

Reduza o estresse

Reduzir seus níveis de estresse é muito importante para evitar a queda de cabelo na gravidez. O que quer que a mantenha relaxada, faça-o regularmente, pois isso ajudará a regular seus hormônios e seu ciclo de crescimento capilar. 

Experimente a LEDterapia

O uso de LEDs para queda de cabelo é muito recomendável por dermatologistas. O tratamento cessa a queda em poucos dias, acelera o crescimento capilar, além de deixar os fios mais fortes e brilhantes. 

Você pode encontrar esses dispositivos em formato de bonés, capacetes ou tiaras com uma luz apropriada, que são aplicados na cabeça durante alguns minutos por dia.

A radiação emitida por esses equipamentos é absorvida pela raiz do fio. Funciona como um adubo potente estimulando o folículo piloso a trabalhar mais.

O tratamento com LEDs pode ser feito  após o terceiro trimestre de gestação.  Mas é recomendável uma avaliação com seu ginecologista para excluir eventuais exceções próprias da gravidez. 

 Leia mais sobre:  LEDterapia para queda de cabelos

Evite usar ferramentas quentes e use penteados mais suaves

Se o seu cabelo está afinando, a última coisa que você quer fazer é colocá-lo diretamente em calor, danificá-lo ainda mais com escovação vigorosa ou penteados muito apertados e que podem quebrar o cabelo. Seja gentil com o seu cabelo.

Você vem percebendo que seus cabelos têm caído durante a gravidez? Compartilhe sua história ou sua dúvida. Deixe um comentário!

2 Comentários

  1. Veronica D disse:

    Estou tendo queda de cabelo após o parto, é normal?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *